Idosa que deixou Itamaraju há 50 anos procura por filhas que ficaram pra trás

29 março 11:17 2016 Imprimir esta notícia

A idosa Veneci Santos Rodrigues, mais conhecida por “Preta”, de 73 anos, que hoje mora em Santa Luzia, no sul da Bahia, afirma que saiu de Campo Alegre, povoado de Itamaraju, no ano de 1966, há exatos 50 anos e deixou duas filhas de prenomes Alda e Nilza. Uma delas ficou o pai Antônio e a outra foi criada por uma mulher conhecida por Lindaura, esposa de João Baú. Os dois teriam um filho chamado Nilo, que por sua vez seria casado com a filha de dona Laurência.

Nesta segunda-feira, dia 28 de março, um internauta do Teixeira News, morador de Canavieiras e que acompanha a aflição da anciã para tentar reencontrar com as filhas, entrou em contato com o nosso WhatsApp (73) 9 9917-7501 e pediu apoio na divulgação do caso. Foi também enviado um vídeo gravado com a senhora Veneci, onde ela reforça o apelo e a vontade de rever essa parte da família, que por dificuldade financeira foi deixada para trás. Qualquer informação acerca de Alda e Nilza, que foram deixadas crianças, mas hoje já são senhoras, podem ser passadas através do celular (73) 9 9908-5007. (Por Ronildo Brito)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.