Imobilidade urbana: Moradora é denunciada por fazer obra e impedir passagem em calçada no Prado

Imobilidade urbana: Moradora é denunciada por fazer obra e impedir passagem em calçada no Prado
01 dezembro 11:45 2015 Imprimir esta notícia

Na época em que o mundo discute a necessidade de políticas públicas que possam contribuir com a acessibilidade das pessoas, uma moradora da avenida Wilson Alves de Souza, no bairro São Brás, em Prado, acaba de ser denunciada ao Departamento Municipal de Tributação, por ter erguido uma obra supostamente irregular, impedindo que pessoas, especialmente idosos, passem por cima de sua calçada.

Nas imagens enviadas ao Teixeira News via WhatsApp (73) 9 9917-7501, é possível observar uma estrutura de cimento. No espaço, que deveria ser público, aparecem uma mesa e bancos de concreto, impossibilitando a passagem de pedestres. O internauta assegura que a denúncia já foi protocolada na Prefeitura Municipal do Prado, devidamente recebida e assinada por José Gouveia Antônio , chefe do Setor de Tributação.

imobid1Nossa equipe não conseguiu contato com a acusada de fazer a obra no espaço público. A Prefeitura do Prado ainda não informou se já notificou a moradora.  (Por Ronildo Brito)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.