Mãe acusada de queimar a mão da filha de 5 anos por causa de leite condensado é identificada pela Polícia Militar de Alcobaça

Mãe acusada de queimar a mão da filha de 5 anos por causa de leite condensado é identificada pela Polícia Militar de Alcobaça
09 janeiro 17:58 2016 Imprimir esta notícia

Neste sábado, dia 9 de janeiro, policiais da 88ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), conseguiram chegar a uma residência, de cor verde, nos fundos da Sul Madeiras, em Alcobaça, onde reside Katiele da Silva Jesus, de 20 anos, acusada de queimar a mão da própria filha de apenas 5 anos de idade, supostamente por causa de uma caixinha de leite condensado.

A criança teria bebido a guloseima e por isso teve a mão colocada dentro do fogo, provocando uma extensa queimadura. Para tentar esconder o caso a criança nem teria sido levada ao hospital.

Mas neste sábado, dia 9 de janeiro, após denúncia anônima, uma guarnição da Polícia Militar conseguiu identificar e chegar à casa da acusada, que moraria em companhia da mãe. A polícia investiga uma informação dando conta que a família da acusada estaria tentando acobertando o caso. Se ficar provada a violência, além da questão criminal, a mulher pode perder a guarda da filha.

Como a cidade de Alcobaça vive um drama na estrutura da Polícia Civil, com uma delegacia desestruturada e sem delegado titular, foi confirmado na tarde deste sábado, dia 9, que Katiele será ouvida na próxima segunda-feira (11), pelo delegado Marco Antônio Neves, que responde pela Polícia Civil no município. Ainda não foi informado se o Conselho Tutelar está acompanhando o caso. (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.