Mais um homicídio em Teixeira de Freitas, desta vez no Caminho do Mar II; crime intriga a polícia

03 novembro 17:00 2015 Imprimir esta notícia

No início da tarde deste domingo, dia 25 de outubro, por volta das 12h30, a 87ª Companhia Independente da Polícia Militar de Teixeira de Freitas (CIPM), foi acionada pelo telefone 190, para que pudesse atender uma ocorrência de homicídio, no bairro Caminho do Mar II, na saída da cidade em direção ao município de Alcobaça.

Chegando ao lugar os militares, assim que comprovaram a veracidade da informação, trataram se comunicar o crime à Polícia Civil e ao Departamento de Polícia Técnica (DPT). No endereço onde aconteceu o assassinato, à rua da Jaqueira, os peritos Paulo Libório e Everton dos Anjos, responsáveis pela perícia de local, encontraram o corpo de Rônio Lauriano da Silva, de 24 anos, com dois extensos golpes de faca, sendo um na região do pescoço e outro no ombro.

Imediatamente o delegado Manoel Andreeta, de plantão neste domingo (25), na sede da 8ª Coorpin e autoridade responsável pelas investigações em torno do homicídio, ouviu familiares da vítima, que forneceram informações consideradas duvidosas acerca do crime.

Segundo os parentes, Rônio estava sentado no final da manhã deste domingo, dia 25 de outubro, bem em frente à sua residência, quando os dois assassinos chegaram numa moto, de placa não anotada, que armados com um revólver e uma faca, forçaram a entrada de todos para o interior do imóvel, levaram o rapaz para o piso superior e o criminoso que estava com a lâmina em punho, teria sido o responsável por aplicar as facadas fatais. Na sequência, segundo os parentes, os criminosos fugiram sem deixar pistas.

A polícia ainda não está convicta sobre os detalhes do ataque, principalmente após a constatação dos peritos do DPT, em relação à rigidez do corpo. Como o cadáver não apresentava mobilidade nas articulações, desconfia-se que a morte tenha ocorrido durante a madrugada e não no final da manhã. Outro detalhe que intriga a polícia é o fato dos assassinos, apesar de estarem em posse de uma arma de fogo, terem optado em usar apenas a faca para o cometimento do homicídio.

Por volta das 16h o delegado Manoel Andreeta confirmou a instauração de um inquérito policial para apurar autoria, motivação e todos os detalhes da execução. Familiares de Rônio devem ser convocados a depor. (Por Ronildo Brito)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.