Manifestantes pró-Lula fecham BR-101 em Teixeira de Freitas; protestos aconteceram em outras regiões

Manifestantes pró-Lula fecham BR-101 em Teixeira de Freitas; protestos aconteceram em outras regiões
11 março 16:24 2016 Imprimir esta notícia

Uma jornada de luta iniciada nesta sexta-feira (11), em toda a Bahia, levou ao fechamento das BRs 101, 242 e 210. “Os protestos são em defesa da democracia, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e contra os retrocessos nos direitos dos trabalhadores brasileiros, envolvendo diferentes movimentos populares”, informa a liderança do MST na Bahia. Na 101, os trabalhadores trancaram a via na altura de Teixeira de Freitas e Wenceslau Guimarães. Na 242, em Oliveira dos Brejinhos e Luiz Eduardo Magalhães. Já na 210, na região de Sobradinho, a estrada também segue parada.

Além dessas interdições de vias federais, os protestos ainda atingem a BA 052, conhecida como Estrada do Feijão, no entroncamento de Cafarnaum, na região da Chapada Norte. Também estão fechadas as vias na região de Casa Nova, em frente à Chesf. A BR 242, na altura de Barreiras, segue interditada. Já em Salvador, após concentração na Paralela, desde às 7h, os manifestantes pretendem mobilizar trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade para uma caminhada nesta manhã de sexta.

Centenas de pessoas fecharam a BR 101, no trevo de Teixeira de Freitas

Centenas de pessoas fecharam a BR 101, no trevo de Teixeira de Freitas

Essas manifestações contam com o apoio e participação de trabalhadores do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Coletivo de Entidades Negras (CEN), Coletivo Quilombo, Consulta Popular, Levante Popular da Juventude, da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e trabalhadoras do Brasil (CTB), União da Juventude Socialista (UJS), Juventude do Partido dos Trabalhadores (JPT), a Esquerda Popular Socialista (EPS-PT) e do Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

A direção do movimento afirma que a democracia brasileira, conquistada a muito esforço está correndo risco. “A burguesia e a Rede Globo possuem um projeto para o Brasil: repetir o golpe militar de 1964 e criar um sentimento de ódio, medo na sociedade brasileira e a criminalização de diversos militantes que mudaram o país”, apontam os manifestantes. Diante do atual cenário político, as organizações destacam a necessidade de realizar ações em todo estado, mobilizando a sociedade baiana. (Da redação TN)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.