Morre aos 108 anos de idade “Madinha Ana” na cidade de Itanhém

Morre aos 108 anos de idade “Madinha Ana” na cidade de Itanhém
20 fevereiro 12:13 2019 Imprimir esta notícia

Faleceu em casa no início da manhã desta quarta-feira (20/02), na cidade de Itanhém, a mulher mais velha da cidade, uma das moradoras mais ilustres do município e matriarca de uma das maiores famílias dos territórios de Itanhém e Medeiros Neto.

Ana Augusta dos Santos, a “Madinha Ana” como era popularmente conhecida, faleceu aos 108 anos de idade. Em 1996 ela ficou viúva de Otacílio Rodrigues Sobrinho, com o qual ela teve 11 filhos. Minelvino, Heloísa, Leci, Ranulfo, Odete, Agenor, Lindaura, Delci, Julita, Quelemência, Dalva (In memória).

Em 10 de abril de 2017, um dos irmãos da Madinha Ana, o fazendeiro Jorge Afonso dos Santos, faleceu aos 95 anos de idade. A família mantém viva um dos maiores legados da terra da água preta e uma família gigante com inúmeras ramificações.

A filha Quelemência, a “Tia Loura” como é conhecida, foi quem dedicou a vida para cuidar exclusivamente da mãe e emocionada, disse que é duro se despedir de quem passou uma vida inteira do lado dia e noite, mas mesmo sabendo que o descanso é o melhor dos remédios, a ausência deixará uma falta enorme e uma saudade gigante, mas que a sua mãe viveu tudo que tinha direito da vida e agora chegou a hora de morar com Deus. (Da redação TN)

  Categorias: