Mucuri comemora resultados da saúde pública no trabalho estratégico de educação sexual durante o Carnaval

Mucuri comemora resultados da saúde pública no trabalho estratégico de educação sexual durante o Carnaval
15 março 15:42 2019 Imprimir esta notícia

Os dias de folia do Carnaval 2019 na cidade de Mucuri foram também dedicados à orientação sexual e prevenção às doenças sexualmente transmissíveis. A ação da pasta da Saúde foi realizada pelo CTA – Centro de Testagem e Aconselhamento e SAE – Serviço de Assistência Especializada, com o apoio das Unidades Básicas de Saúde 07 e 12.

Nas abordagens, houve orientação junto aos estudantes quanto ao uso dos preservativos e sua importância. Houve palestras com os funcionários da Secretaria Municipal de Obras. As gestantes do bairro Triângulo Leal, do distrito de Itabatã, foram recebidas para acompanhamento e educação. Além disso, as equipes realizaram testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite B e C.

Durante todo o período, foram entregues panfletos e preservativos em vários pontos da cidade, como nos terminais rodoviários e pelas ruas do centro da cidade. Segundo o prefeito Carlos Simões (PDT), o governo municipal investiu em ações educativas para conscientizar os foliões, além de ter oferecido testes rápidos no intuito de proteger à população das doenças sexualmente transmissíveis durante o período carnavalesco, cujos resultados do trabalho estratégico de educação sexual foram satisfatórios.

O prefeito Carlos Simões que é médico, informou ainda que os testes rápidos podem ser realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Eles são indicados para quem passou por uma situação de risco. O exame também é considerado uma forma de prevenção, uma vez que permite que o tratamento seja iniciado a tempo de evitar a disseminação do vírus e da doença no organismo.

“Nas UBSs, profissionais habilitados coletam o material biológico do paciente e realizam a testagem, que pode ser feita com amostra de sangue ou de fluido oral. Os testes rápidos não indicam a presença do vírus no organismo, mas a dos anticorpos que a pessoa produz quando detecta a infecção pelo HIV. Outras formas de prevenção oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) são a Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP) e a Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PreP). A primeira ocorre por meio de medicamentos antirretrovirais que impedem o vírus de se instalar no organismo após uma relação sem preservativo”, explicou o prefeito e médico Carlos Simões. (Da redação TN)

  Categorias: