Mucuri inicia plano de combate ao mosquito Aedes Aegypti no Verão

Mucuri inicia plano de combate ao mosquito Aedes Aegypti no Verão
10 dezembro 20:45 2018 Imprimir esta notícia

Começou em Mucuri, o Plano de Intensificação do Controle do Aedes Aegypti durante a estação mais quente do ano. Os agentes de limpeza vão intensificar as ações de revisita aos imóveis focados, aplicar Ultra Baixo Volume (UBV – o conhecido fumacê) e realizar ações educativas nos bairros da cidade, dos distritos e povoados do município. A Prefeitura Municipal já realizou a Semana de Mobilização contra o mosquito Aedes, entre os dias 30 de novembro e 7 de dezembro, incluindo o Dia-D contra as arboviroses.

O primeiro movimento no município uniu a população com os esforços das Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Meio Ambiente, Transporte, Limpeza e Iluminação no enfrentamento ao mosquito transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya. O verão é o período que requer maior atenção e intensificação dos esforços para não deixar o mosquito nascer.

mobidNa avaliação do prefeito de Mucuri, José Carlos Simões (PDT), a mobilização mostra que a união de todos é a melhor forma de trabalhar no combate ao Aedes Aegypt. Os meses de novembro a maio são considerados epidêmicos para as doenças transmitidas pelo mosquito. Neste período, o calor e as chuvas são condições ideais para a sua proliferação. Entre as ações do plano estão revisitas a imóveis onde foram encontrados focos. Também integram a lista o levantamento das bocas de lobo e canaletas de drenagem de águas pluviais no combate as arboviroses e outros agravos.

“Nosso trabalho será intensificado a partir de agora até o próximo mês de abril, onde os nossos agentes de combate às endemias vão promover uma série de medidas nas áreas mais afetadas por focos de mosquitos no município de Mucuri. Haverá visitas domiciliares, conversa com os moradores, identificando e combatendo possíveis focos e criadouros. A equipe de limpeza comanda o mutirão que está intensificando a coleta de lixo em locais de maior vulnerabilidade. Nas escolas, as crianças receberam informações de prevenção e a missão de levar os ensinamentos para compartilhar com a família. Quem chega às Unidades Básicas de Saúde e locais de atendimento da Assistência Social, também é alcançado com as atividades”, alerta o prefeito Carlos Simões, que por sinal é médico.

mobid1O prefeito Carlos Simões esclarece que o ciclo de transmissão do mosquito sempre inicia em novembro para dezembro e esse é o momento do ano ideal tanto para o desenvolvimento mais rápido do inseto quanto para a transmissão da doença, que é o favorecimento desse clima de sol, com chuvas espaçadas. O objetivo é deixar o ambiente na melhor condição possível para erradicar os focos de Aedes. (Por Athylla Borborema)

  Categorias: