Mucuri: Vereadores e secretário de Saúde debatem crise financeira do Hospital São José

Mucuri: Vereadores e secretário de Saúde debatem crise financeira do Hospital São José
06 setembro 09:59 2018 Imprimir esta notícia

A crise financeira que atravessa o Hospital São José, no distrito de Itabatã,  tem sido o foco de atenção da Câmara de Vereadores e a Prefeitura de Mucuri. Na tarde desta última terça-feira (5), os parlamentares se reuniram com o secretário de Saúde do município, Ronaldo Simões, para tratar sobre este tema que tem causado preocupação.

O Hospital São José pertence à Cáritas Diocesana, entidade da Igreja Católica, que presta serviços à população por meio de convênios, com repasses dos governos municipal, estadual e federal.  A burocracia destes repasses tem sido um dos problemas enfrentados pelo hospital.

Segundo o secretário de Saúde, desde junho deste ano o repasse do SUS – portanto, verba federal – passou ter a Prefeitura como intermediária. O secretário informou que em decorrência deste novo sistema recentemente implantando alguns problemas meramente contratuais impediram o pagamento de alguns serviços, como o ambulatorial. Ronaldo Simões garantiu aos vereadores que os problemas contratuais serão corrigidos, com prazo máximo de 15 dias para a regularização.

Há ainda como agravante o atraso da verba estadual. O Governo do Estado, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, não realizou os repasses referentes aos meses de maio e junho. Quanto ao município, a Prefeitura de Mucuri mantém um pagamento de 235 mil mensais, que segundo o secretário está em dia.

Os vereadores se comprometeram a acompanhar o desenrolar deste processo burocrático. Todos os parlamentares se mostraram comprometidos em defender o Hospital São José no que for possível para sua plena operação. (Da redação TN)

  Categorias: