Mulheres de presidiários são presas comandando “boca de fumo” em Teixeira de Freitas

Mulheres de presidiários são presas comandando “boca de fumo” em Teixeira de Freitas
24 setembro 10:48 2018 Imprimir esta notícia

Policiais do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), da 87ª Companhia Independente de Teixeira de Freitas (CIPM), receberam uma denúncia na madrugada deste último sábado (22), de que uma mulher estaria realizando a comercialização de drogas em uma residência, localizada na rua Austrália, bairro Liberdade l, região sul da cidade. Ao se aproximarem do referido endereço os militares avistaram um homem saindo da residência denunciada. Os PMs abordaram o suspeito, que estava com uma pedra de crack e assumiu que seria usuário.

O suspeito disse que havia acabado de comprar a droga em mãos de duas mulheres que estariam no interior da casa. Os policiais, então, adentraram na residência, já que o suspeito abordado afirmou que teria visto mais drogas no local. No imóvel, os militares depararam-se com duas mulheres, sendo uma delas, identificada como Mariana Moraes de Almeida Rocha, de 22 anos de idade.

Segundo Mariana, ela é oriunda da cidade do Prado e está morando em Teixeira de Freitas em decorrência de o seu companheiro estar preso no Conjunto Penal (CP) por tráfico de drogas. A segunda mulher, trata-se de Josiene da Conceição Pereira, 25, oriunda de Mucuri que disse morar na cidade pelo mesmo motivo, porém, o marido dela está preso pela acusação de tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

presid1Com elas foram encontrados aproximadamente 762 gramas de maconha, que estavam em forma de pequenos tabletes e porções, além de 15 gramas de crack, uma balança digital e três celulares.

As duas mulheres e o homem detido inicialmente foram conduzidos à Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas (DT), onde estava de plantão o delegado Charlton Fraga. Após ouvir os militares e as acusadas, Fraga flagranteou as duas mulheres por tráfico de drogas, e associação ao tráfico. Já o usuário foi ouvido e liberado. (Da redação TN)

  Categorias: