Paulista é morto a tiros em Itanhém; polícia acredita que crime está ligado ao tráfico de drogas

Paulista é morto a tiros em Itanhém; polícia acredita que crime está ligado ao tráfico de drogas
16 dezembro 09:38 2015 Imprimir esta notícia

O crime aconteceu na noite desta quarta-feira, dia 15 de dezembro, em frente ao número 270, na rua Esperança, no bairro Monte Santo, em Itanhém e a vítima foi Amaury de Jesus Rodrigues dos Santos, de 31 anos, natural de Guarulhos-SP., mas que residia a poucos metros de onde foi morto.

Segundo informações levantadas pelo delegado Sanney Simões, titular de Medeiros Neto e que também responde pela Polícia Civil no município de Itanhém, Amaury teria ido ao local atender a um chamado de seus possíveis “patrões” no tráfico e no lugar acabou abatido com disparos de arma de fogo, principalmente nas costas.

A perícia de local foi realizada pelo perito criminal Manuel Garrido, do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), para onde o corpo acabou removido para exames de necropsia. A polícia acredita que o homem foi morto por causa de dívidas contraídas pela compra de entorpecentes. A polícia já identificou dois suspeitos e os mesmos estão sendo procurados.  (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.