PF faz operação na Prefeitura de Medeiros Neto; secretária e chefe de gabinete são presos

PF faz operação na Prefeitura de Medeiros Neto; secretária e chefe de gabinete são presos
08 março 11:36 2016 Imprimir esta notícia

A população da cidade de Medeiros Neto acompanha um dia atípico nesta terça-feira, dia 8, já que viaturas caracterizadas da Polícia Federal, logo cedo, estacionaram em frente aos prédios da Prefeitura Municipal, Secretaria de Educação e até da casa de secretários municipais, de onde os agentes recolheram documentos  e computadores. A secretária municipal de Educação, Aleny Brito Lacerda e o seu genro, o chefe de Gabinete conhecido por Raniere, foram presos por força de mandados expedidos pela Justiça. Um terceiro homem, que estaria armado e tentando dar proteção aos secretários, também acabou preso pela PF.

pfdd1O secretário municipal de Administração, Nilson Vilas Boas Costa Júnior, filho do prefeito Nilson Costa e um outro irmão dele,  foram trazidos para depor na sede da Justiça Federal em Teixeira de Freitas. Não foi informado se o prefeito Nilson Costa foi ouvido em Medeiros Neto ou deverá prestar depoimento a exemplo dos filhos em Teixeira de Freitas.

Informações dão conta que a Polícia Federal (PF), apura denúncias de supostas fraudes no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). As irregularidades consistiriam em desvios na folha de pagamento do setor educacional. As denúncias dão conta que muitos servidores, escolhidos pela administração municipal, estariam recebendo valores a mais nos contra-cheques e depois repassando os valores para pessoas indicadas pelos secretários Aleny Brito e Nilson Costa Júnior.

pfdd2A fraude estaria gerando um prejuízo mensal entre R$ 150 a 200 mil aos cofres públicos. (Por Ronildo Brito / Fotos: O PovoNews)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.