Deficiente físico é preso com grande quantidade de estimulante sexual e anabolizantes em Teixeira de Freitas

Deficiente físico é preso com grande quantidade de estimulante sexual e anabolizantes em Teixeira de Freitas
03 abril 12:37 2016 Imprimir esta notícia

Neste sábado, dia 2 de abril, policiais do 2º Pelotão, da 87ª Companhia Independente da Polícia Militar de Teixeira de Freitas (CIPM), foram acionados para que pudessem atender uma ocorrência no Mercado Municipal, onde um deficiente físico estaria vendendo estimulantes sexuais e anabolizantes, medicamentos supostamente falsificados e oriundos do Paraguai.

Chegando à feira os policiais localizaram Jorge Pinheiro Santos, de 58 anos, que disse ser oriundo de Nanuque-MG., e morador à rua Alice Brito, no bairro Jardim Caraípe, região central de Teixeira de Freitas. Com o acusado, que é deficiente físico e faz uso de muletas para locomover-se os militares encontraram comprimidos do estimulante sexual da marca Pramil e anabolizantes das marcas Deca e Durateston.

Questionado sobre a existência de mais medicamentos o acusado levou os policiais até a sua residência, onde foram localizadas grandes quantidades de várias drogas, incluindo  578 cartelas de Digram, 90 cartelas de Hemogenin, 1.528 cartelas de Pramil, 365 cartelas de Erofast Sildenafil, 04 vidros de Stanozoland Depot, 39 ampolas de Winstrol Depot, 15 ampolas de Lipostabil e 97 ampolas dos anabolizantes Durateston e Durabolin.

pramild1Levado preso à sede da 8ª Coorpin, Jorge Pinheiro Santos, de 58 anos, admitiu que realmente vendia os medicamentos irregularmente e relatou que entre os seus clientes na cidade de Teixeira de Freitas, estariam autoridades e empresários conhecidos, além de praticantes regulares de exercícios em academias. Sobre a origem dos remédios o indivíduo contou que comprou na mão de um fornecedor, mas alegou que por questão de segurança não iria falar o seu nome.

Na tarde deste sábado, dia 2 de março, ele foi ouvido pelo delegado Júlio Telles, de plantão na 8ª Coorpin, autoridade que continua investigando o caso. O mineiro deve responder pelos crimes de contrabando e contra a saúde pública. (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.