Polícia responde com bala de borracha a protesto contra contaminação de lagoas por lama da Samarco/Vale

Polícia responde com bala de borracha a protesto contra contaminação de lagoas por lama da Samarco/Vale
30 novembro 18:46 2015 Imprimir esta notícia

Mais de dez pessoas ficaram feridas por balas de borracha em um protesto realizado na manhã da última sexta-feira (27), na altura do quilômetro 35 da rodovia ES 248, que liga Linhares a Colatina. Trabalhadores ligadas ao Movimento Sem Terra (MST), fecharam a rodovia para chamar atenção do poder público contra a contaminação provocada após o rompimento de duas lagoas pela lama da Samarco/Vale.

Os manifestantes eram do assentamento Sezínio Fernandes de Jesus, onde moram cerca de 140 famílias. Eles cobram providências em relação à situação do rio Doce e apontam riscos dos rejeitos de minério atingir as lagoas Terra Alta e Terra Altinha, em Linhares-ES.

Os trabalhadores relatam que após duas horas do início do protesto, quando já estavam em negociação com autoridades, a tropa de choque da polícia repreendeu os manifestantes com balas de borracha. Havia, entre eles, mulheres grávidas e crianças.

Neste momento, os sem terra correram para uma área próxima e, mesmo assim, a polícia continuou a desferir os tiros. Os casos mais graves passaram por exames de corpo de delito.

Enquanto os feridos estavam na delegacia de Linhares, a prefeitura iniciou uma obra para conter o rio Doce e impedir que lama chegue às lagoas. Além de dizimar inúmeras espécies, a água do rio Doce, em vários locais, vem sendo classificada como imprópria para consumo humano, por apresentar alta concentração de metais pesados. (Da redação TN)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.