Polícia responde com bala de borracha a protesto contra contaminação de lagoas por lama da Samarco/Vale

Postado por Teixeira News | 30 de novembro de 2015 18:46

Mais de dez pessoas ficaram feridas por balas de borracha em um protesto realizado na manhã da última sexta-feira (27), na altura do quilômetro 35 da rodovia ES 248, que liga Linhares a Colatina. Trabalhadores ligadas ao Movimento Sem Terra (MST), fecharam a rodovia para chamar atenção do poder público contra a contaminação provocada após o rompimento de duas lagoas pela lama da Samarco/Vale.

Os manifestantes eram do assentamento Sezínio Fernandes de Jesus, onde moram cerca de 140 famílias. Eles cobram providências em relação à situação do rio Doce e apontam riscos dos rejeitos de minério atingir as lagoas Terra Alta e Terra Altinha, em Linhares-ES.

Os trabalhadores relatam que após duas horas do início do protesto, quando já estavam em negociação com autoridades, a tropa de choque da polícia repreendeu os manifestantes com balas de borracha. Havia, entre eles, mulheres grávidas e crianças.

Neste momento, os sem terra correram para uma área próxima e, mesmo assim, a polícia continuou a desferir os tiros. Os casos mais graves passaram por exames de corpo de delito.

Enquanto os feridos estavam na delegacia de Linhares, a prefeitura iniciou uma obra para conter o rio Doce e impedir que lama chegue às lagoas. Além de dizimar inúmeras espécies, a água do rio Doce, em vários locais, vem sendo classificada como imprópria para consumo humano, por apresentar alta concentração de metais pesados. (Da redação TN)

Source URL: https://teixeiranews.com.br/policia-responde-com-bala-de-borracha-a-protesto-contra-contaminacao-de-lagoas-por-lama-da-samarcovale/