Porto Seguro: Parque do Pau Brasil licita serviços de apoio a visitantes

10 setembro 19:19 2018 Imprimir esta notícia

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) está com edital aberto para concessão de serviços de apoio a visitação, ao turismo ecológico, a interpretação ambiental e a recreação em contato com a natureza no Parque Nacional do Pau Brasil, localizado em Porto Seguro. A concorrência incluindo os seguintes serviços obrigatórios: cobrança de ingressos; transporte interno, estacionamento de veículos na Sede e na Jaqueira; lanchonetes na Sede e na Jaqueira; loja de conveniência na Sede; espaço do ciclista; centro de visitantes, espaço de campismo, tirolesa e passarelas suspensas, com ônus para o concessionário de adequação das estruturas físicas necessárias, em consonância com os requisitos contidos no edital. A empresa vencedora poderá explorar os serviços por quinze anos. Nesse período, terá que fazer investimentos de R$ 7,2 milhões na estrutura do Parque Nacional, gerido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

“O edital reforça ainda mais o trabalho do ICMBio que, além de ampliar as unidades de conservação, busca equipar os parques para a visitação, fomentando a economia local”, ressalta o presidente do ICMBio, Paulo Carneiro. Atualmente, o Instituto cuida de 335 unidades de conservação no país, mais de 9% do território nacional. “As concessões de serviços promovem o turismo sustentável e ajuda a preservar o patrimônio natural”, ressalta o ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte. O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, também defende a necessidade de promover mais o turismo nos Parques Nacionais, fazendo parcerias com a iniciativa privada.

Segundo o presidente do ICMBio, Paulo Carneiro, a iniciativa para os processos de concessão foi possível em função da aprovação da Lei nº 13.668/2018, que aprimorou a legislação para a concessão de serviços de apoio ao uso público nas unidades de conservação. O ICMBio vem há dois anos modelando a proposta de concessões de serviços.

“Esse é o primeiro processo de concessão de serviços de uso público em parques depois da aprovação da lei, possibilitando ao instituto aprimorar e apresentar melhores serviços aos visitantes na unidade. Esperamos até o final do ano lançar os outros seis editais para contratação dos serviços de apoio à visitação”, ressalta Carneiro. De acordo com ele, os parques nacionais Serra dos Órgãos, Tijuca, Fernando de Noronha e Iguaçu já contam com serviços de concessões, e estão entre os mais visitados. (Da redação TN)

  Categorias: