Presidiário do semiaberto é executado a tiros ao retornar para o Presídio de Teixeira de Freitas

Presidiário do semiaberto é executado a tiros ao retornar para o Presídio de Teixeira de Freitas
13 novembro 18:33 2015 Imprimir esta notícia

O homicídio com característica de execução aconteceu na tarde desta quinta-feira, dia 12 de novembro, nas imediações da Escola Solidariedade, entre os bairros Urbis e Kaikan Sul, na região sul de Teixeira de Freitas, quando Sideni de Jesus, de 25 anos, que retornava para pernoitar no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas e foi atacado a tiros.

Segundo a polícia o presidiário Sideni, que gozava no benefício do semi aberto, retornava à prisão pedalando uma bicicleta, e assim que avistou a aproximação do atirado ainda tentou fugir a pé, mas, mas foi perseguido e executado com dois tiros, sendo um no peito e o outro na axila.

A delegada Maria Luíza Ribeiro, de plantão nesta quinta, dia 12, na sede da 8ª Coorpin, procedeu com o levantamento cadavérico e solicitou a perícia de local, procedimento realizado pelos peritos Paulo Libório e Sandro de Abreu. Logo depois foi autorizada a remoção do corpo do IML para exames de necropsia.

Autoria e motivação do crime seguem desconhecidas, apesar da delegada Maria Luíza ter informado a imediata instauração do inquérito policial para apurar o assassinato.

Sideni estava preso desde 2010, e foi condenado a 11 anos de prisão por estupro, crime ocorrido no Prado. (Por Tyago Ramos)

  Categorias: