Procuradoria de Teixeira de Freitas multa e suspende mototaxistas que humilharam morador de rua

Procuradoria de Teixeira de Freitas multa e suspende mototaxistas que humilharam morador de rua
07 fevereiro 10:00 2016 Imprimir esta notícia

Como havia adiantado com exclusividade o Teixeira News, a Prefeitura de Teixeira de Freitas, através da Procuradoria Municipal, se posicionou frente a um caso que ganhou muita repercussão na região, especialmente nas redes sociais, onde dois mototaxistas que atuam numa associação que detém ponto no antigo Terminal Rodoviário, na praça da Bíblia, humilhando e molhando um senhor, que passaria a maior parte do seu tempo convivendo nas ruas. Nem mesmo uma segunda gravação, quando os dois profissionais do transporte ressurgem ao lado do homem de prenome Charles, tentando justificar o ato como uma “brincadeira, foi capaz de evitar as sanções.

A Procuradoria, que representa o município de Teixeira de Freitas em questões jurídicas, formalizou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), medida adotada na última quarta-feira, dia 3 de fevereiro, punindo os dois mototaxistas em multa de R$ 1 mil para cada um e suspensão das atividades dos mesmos por sete dias corridos. (Reveja o Vídeo)

No vídeo, que ganhou as redes sociais, blogs e sites da região, publicado no ultimo dia 27 de janeiro, os mototaxistas Mizael dos Santos e Renato de Souza, humilham o senhor Charles, que também é conhecido como “Choque”. Enquanto um deles o segura pelo braço, chegando o mesmo a queixar-se de dores, o outro, surge com um balde d’água e arremessa o líquido contra a vítima.

Primeiro o caso chegou à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania e como os dois profissionais possuem permissão municipal (alvarás), o secretário Baltolomeu Calheiros, que também é oficial da reserva da Polícia Militar da Bahia, fez encaminhamento à Procuradoria, que impôs as sanções aos dois acusados. O mototaxista Mizael terá que pagar os R$ 1 mil, em dez vezes de R$ 100, para serem utilizados pela ONG Arca de Noé, que cuida de animais de rua, enquanto Renato fará o seu pagamento também em dez parcelas de R$ 100, porém em cestas básicas em benefício da vítima da agressão. Se as multas não foram quitadas, os dois mototaxistas ainda serão multados em R$ 2 mil e poderão sofrer cassação definitiva dos seus alvarás. (Por Ronildo Brito)

Reportagem relacionadas

Vídeo de mototaxistas humilhando morador de rua repercute e caso revolta população regional

Em novo vídeo, mototaxistas tentam justificar agressão a homem em Teixeira de Freitas

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.