Resistiu à prisão, lutou com PM e acabou preso com revólver na cintura em Nova Viçosa

Resistiu à prisão, lutou com PM e acabou preso com revólver na cintura em Nova Viçosa
01 fevereiro 12:24 2016 Imprimir esta notícia

No fim da tarde deste domingo, dia 31 de janeiro, policiais militares da 89ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que realizavam a segurança da Festa do Padroeiro São Sebastião, em Helvécia, no município de Nova Viçosa, foram informados de que um indivíduo estava portando uma arma de fogo dentro de um dos banheiros químicos do evento. Os militares foram até o local, onde encontraram o suspeito, e ao darem ordem de parada o mesmo tentou fugir, momento que foi feita a perseguição, com a posterior prisão em flagrante.

Durante a revista pessoal, os militares encontraram na cintura do indivíduo, 01 revólver Taurus, cabo perolado, calibre 38, número de série QA482017, com a logomarca da Polícia Militar da Bahia e municiado com cinco cartuchos intactos. O indivíduo foi identificado como Jacson Ribeiro Gomes, de 22 anos, natural de Pedra Azul-MG., e que reside na avenida Marechal Castelo Branco, em Posto da Mata. Durante a abordagem, Jacson tentou resistir à prisão e entrou em luta corporal com um dos militares, chegando inclusive a cair agarrado ao PM.

Ambos sofreram escoriações, e Jacson foi preso. O acusado, juntamente com a arma de fogo, foi conduzido à sede da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, onde o caso foi registrado e apresentado à delegada Rosângela Sousa, responsável pelo plantão regional do final de semana, que ouviu os militares e, logo após, ouviu Jacson. O acusado foi flagranteado por porte ilegal de arma fogo. Foi arbitrada fiança e se for paga, Jacson responderá pelo crime em liberdade. Até o fechamento desta reportagem, o acusado seguia preso. (Por Tyago Ramos)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.