Rua onde mora o prefeito, diretores da Suzano, empresário e o capitão Anilton Almeida fica 48 sem energia em Itabatã

Rua onde mora o prefeito, diretores da Suzano, empresário e o capitão Anilton Almeida fica 48 sem energia em Itabatã
Poste onde fica o transformado estão com as "canelas" caídas
18 janeiro 12:31 2016 Imprimir esta notícia

Na noite deste domingo (17) o capitão Anilton Almeida, um dos militares mais respeitados da região, usou as redes sociais para pedir providências à Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (COELBA), em relação ao “apagão” na rua Acácia, no bairro Jardim dos Eucaliptos, em Itabatā, distrito do município de Mucuri. “Já estamos indo para cerca de 48 horas sem energia elétrica na Rua Acácia no bairro Jardim dos Eucaliptos em Itabatā. A Coelba foi acionada pelos moradores e até o presente momento não deu uma resposta satisfatória. Imagine se fosse numa rua de um bairro periférico!!! Nos ajudem!!!”, escreveu no WhatsApp.

O Teixeira News conseguiu apurar que nesta rua residem o prefeito do município, Paulinho de Tixa (PDT), diretores da Suzano e um dos maiores empresários do Mucuri, dono da Bello Fruit, o capitãoAnilton Almeida, entre outras pessoas influentes.

Por volta das 9h desta segunda-feira, dia 18, a reportagem fez contato com o capitão Anilton Almeida, que apesar de trabalhar em Teixeira de Freitas, continua morando em Itabatã, onde já comandou a Polícia Militar e ele informou que o “apagão” persistia. A luz só voltou após o meio dia, depois de aproximadamente 48 de escuridão.

Se qualquer morador sofrer prejuízos com a falta ou a oscilação de força da energia elétrica, o primeiro passo é entrar em contato com a concessionária, informar a falta de energia e anotar os protocolos de atendimentos de todos os contatos feitos. Fazer um relatório com todas as ligações, datas, horários e números de protocolos de atendimentos. Se teve prejuízos, incluir lista e fotos, por exemplo, do que tinha em geladeira ou freezer.

Se a perda foi de eletroeletrônicos queimados em função da falta ou quedas de energia, o consumidor deve levar junto o orçamento com preço do equipamento em três locais. É bom ter junto a nota do produto danificado. Depois levar o relatório pessoalmente até a concessionária, onde será feito o protocolo de recebimento da sua reclamação em duas vias,  uma via fica com o cliente e a outra com a concessionária.

Esta não é a primeira vez que moradores dessa região sofrem com a falta de energia elétrica da Coelba. Consumidores dizem que já é até comum eles ficarem horas e até dias às escuras nos distritos de Posto da Mata e Itabatã, além das cidades de Mucuri e Nova Viçosa, além de localidades menores pertencentes aos dois municípios. (Por Ronildo Brito)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.