Saúde: Sindicância vai apurar contratos fraudulentos de cooperativa em Feira

Saúde: Sindicância vai apurar contratos fraudulentos de cooperativa em Feira
26 dezembro 18:13 2018 Imprimir esta notícia

Uma sindicância será aberta para apurar os contratos firmados pela cooperativa Coofsaúde em Feira de Santana (a 109 km de Salvador), que resultaram no desvio de aproximadamente R$ 24 milhões na cidade, entre 2016 e 2017. A determinação partiu do prefeito Colbert Martins Filho e foi publicada no Diário Oficial do Município na segunda-feira, 24.

A Coofsaúde é investigada pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) que, no dia 18 de dezembro, desarticulou uma organização criminosa responsável por desviar quase R$ 1 bilhão da área da saúde na Bahia, entre 2007 e 2018. O grupo foi alvo da Operação Pityocampa, que cumpriu 23 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão preventiva.

Empresários, médicos e odontólogos tiveram as prisões preventivas decretadas por cinco dias, período que foi prorrogado por mais cinco.

O prazo para a entrega do relatório que vai investigar os contratos é de 30 dias, segundo informou o prefeito ao site Acorda Cidade.

Martins disse ainda que a prefeitura vai realizar o pagamento dos cerca de 1.700 servidores da cooperativa, entre enfermeiros, técnicos e auxiliares administrativos, que atuam em todas as policlínicas municipais e em 115 postos de Saúde da Família, em Feira de Santana. (Informações: A Tarde)

  Categorias: