Adolescente itamarajuense que caiu de moto não resiste e morre no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas

Adolescente itamarajuense que caiu de moto não resiste e morre no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas
10 agosto 11:53 2016 Imprimir esta notícia

O grave acidente automobilístico aconteceu na noite desse último domingo, dia 7 de agosto, na perigosa Avenida Perimetral, em Itamaraju, quando três jovens, sendo um rapaz e duas moças, que trafegavam numa moto Honda Tornado, de cor preta, placa HGT-1708, ainda por motivos ignorados, sofreram uma violenta queda.

Com o impacto um casal que usava capacetes, apesar de ferido, conseguiu sobreviver, enquanto a adolescente Josicleia Santos, a “Jô”, que não estaria usando o equipamento, acabou batendo com a cabeça na pista e em estado grave, foi socorrida inicialmente ao Hospital Municipal de Itamaraju (HMI).

Como o seu estado de saúde foi considerado grave, horas mais tarde a jovem acabou sendo transferida à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Municipal de Teixeira de Teixeira de Freitas (HMTF), onde da tarde desta terça-feira, dia 10, quase 48 horas após o acidente, teve o seu quadro clínico agravado e veio a óbito. Logo depois o corpo terminou removido ao IML de Teixeira de Freitas para exames de necropsia.

A partir de agora a Polícia Civil de Itamaraju vai ouvir o casal sobrevivente e saber do condutor da moto os motivos do transporte de três pessoas em um veículo que é feito para dois, além do fato da vítima ser conduzida sem o capacete, item de segurança exigido em lei. O motociclista pode responder por homicídio culposo, aquele que não tem a intenção de matar e a depender do entendimento da delegada Rosângela Santos, até doloso, já que uma pessoa que transporta outra irregularmente e sem nenhuma segurança, assume o risco de matá-la. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: