Senado aprova o fim da “saidinha” de presos em feriados

O Senado Federal aprovou, na noite desta terça-feira, 20 de fevereiro, o Projeto de Lei nº 2.253 de 2022, que visa acabar com a saída temporária de internos do sistema prisional em feriados. A chamada “saidinha” tem sido apontada por autoridades da Segurança Pública em todo um país como um problema para o combate à violência. As informações são do jornal A Tarde.

Senado aprova o fim da "saidinha" de presos em feriados

O projeto foi aprovado com 62 votos favoráveis e dois contrários, dos senadores Cid Gomes (PSB-CE) e Rogério Carvalho (PT-SE). O senador Jaques Wagner (PT-BA), líder do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Senado, foi o único parlamentar presente no plenário que escolheu pela abstenção.

Os demais senadores baianos, Angelo Coronel (PSD-BA) e Otto Alencar (PSD-BA), votaram pela aprovação do projeto, junto a outros 60 colegas de Casa.

Além da extinção da saída temporária, o projeto de lei prevê também novas regras sobre monitoração eletrônica de presos e realização de exame criminológico para progressão de regime.

Com a ausência do presidente da Casa, o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), a sessão do plenário foi comandada pelo senador Weverton Rocha (PDT-MA).

Como sofreu alterações durante sua passagem pelo Senado, o projeto de lei agora deve retornar para a Câmara dos Deputados, onde passará por uma nova apreciação. Caso seja aprovado, o texto normativo irá para a sanção presidencial.

Mais um suspeito é preso em posse de droga e dinheiro em bairro de Teixeira de Freitas

Mais um suspeito é preso em posse de droga e dinheiro em bairro de Teixeira de Freitas

Mais de 2,4 mil raios atingem Porto Seguro e Eunápolis em quatro dias

Mais de 2,4 mil raios atingem Porto Seguro e Eunápolis em quatro dias