Taxista escapa da morte durante assalto por causa de celular no ES

Taxista escapa da morte durante assalto por causa de celular no ES
26 janeiro 11:16 2016 Imprimir esta notícia

Um taxista foi baleado no peito após reagir a um assalto durante o trabalho, na Serra-ES. De acordo com a vítima, o tiro pegou de raspão no celular, desviou do peito e atravessou a mama. O motorista também contou que raramente usa o telefone no bolso da camisa.

“Eu só uso no bolso da calça, mas eu nem sei como coloquei na camisa. Geralmente eu não deixo muito visível para não chamar atenção”, contou.

Segundo a vítima, esta foi a primeira vez que reagiu a um assalto, e só o fez porque ainda estava próximo ao ponto de partida. O dinheiro não chegou a ser levado. Ele também falou sobre os momento de tensão. “A sensação é de morte. Sangrava muito e o coração veio no peito. Eu achei que havia acertado meu coração”, disse.

A corrida começou em um ponto de táxi que fica em frente ao Terminal de Carapina. O suspeito se passou por passageiro, mas não demorou muito para anunciar o assalto. Logo após o crime, o acusado fugiu sem levar dinheiro. (Informações: Folha Vitória)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.