Teixeira: Érico Cavalcanti lança “Páginas do meu Tempo” um sublime livro de poesias

Teixeira: Érico Cavalcanti lança “Páginas do meu Tempo” um sublime livro de poesias
12 dezembro 13:25 2015 Imprimir esta notícia

O publicitário Érico Cavalcanti, um paraense radicado há décadas em Teixeira de Freitas, educador físico e publicitário por formação, um apaixonado e atuante profissional do marketing político, conhecido por suas colunas polêmicas nos jornais online e de circulação dirigida, surpreende ao apresentar o seu livro de poesias “Páginas do meu Tempo”.

O livro “Páginas do meu Tempo” traz o prefácio do jornalista e radialista Ramiro Guedes, um mestre da comunicação social e crítico literário. Na obra Ramiro Guedes além de ter produzido o prefácio, ele oferece uma dose de sabedoria a cada uma das poesias do livro, que o deixa ainda mais fascinante, comovente, gostoso, emocionante e excitante.

O “Páginas do meu Tempo” de Érico Cavalcanti surpreendeu a todos pelo tamanho da sua produção, principalmente aos acostumados a ler Érico nos jornais analisando o cenário político regional e apimentando os fatos ocorridos diante dos desmandos dos administradores públicos. E agora ele surge com um livro de poesias que enriquece a nossa educação, a nossa cultura, a arte e a nossa literatura.

Érico Cavalcanti começou acertando ao escolher o título da obra e inicia o livro com cinco poesias belíssimas, denominadas “Rua Souza Franco, 641”, “Anti-herói, herói”, “Adolia”, “Imagem de Maria” e “Rio da minha infância”. Se ele tinha a intenção de fazer o cabra chorar ao lê-las, ele conseguiu. São poesias comoventes, especialmente as que ele homenageia seus pais e recorda sua infância.

O jornalista e poeta Almir Zarfeg, um critico literário premiadíssimo e um dos autores mais importantes do nosso estado, ao ser ouvido pelo Teixeira News sobre o livro de Érico Cavalcante, revelou o seguinte:

“Assim que Érico Cavalcanti me ligou falando de “Páginas do meu Tempo”, livro de poemas que havia lançado recentemente, fui tomado pela curiosidade. Afinal, pelo que me constava, ele escrevia crônicas e não poemas. Tão logo, porém, a curiosidade se transformou em alegria, em constatação boa, diante dos poemas em versos livres. Aliás, poemas muito bem apresentados e comentados por Ramiro Guedes, cuja sensibilidade literária dispensa comentários. Mais que uma promessa, Érico é nome digno para compor os quadros da Academia Teixeirense de Letras (ATL) a ser criada nos próximos meses. Meus parabéns e sucesso na caminhada literária que está só começando!”. (Por Athylla Borborema).

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.