Travesti é morto com três tiros no Tancredo Neves, em Teixeira de Freitas

Travesti é morto com três tiros no Tancredo Neves, em Teixeira de Freitas
16 março 10:53 2016 Imprimir esta notícia

Na noite desta terça-feira, dia 15 de março, após informações que chegaram através do telefone 190, policiais da 87ª Companhia Independente da Polícia Militar de Teixeira de Freitas (CIPM), deslocaram-se à rua da Lima, no bairro Tancredo Neves, na região oeste da cidade, onde um jovem havia sido atacado a tiros.

Chegando ao local e comprovando a veracidade da informação, os militares acionaram a Polícia Civil e o Departamento de Polícia Técnica (DPT), pois Cristiano Santos da Silva, de 27 anos, que era travesti, já estava em óbito.

Vizinhos disseram à polícia que apenas ouviram os estampidos dos tiros e quando saíram pra conferir o que havia acontecido, depararam-se com o rapaz caído e já sem sinais vitais.

Na perícia de local a cargo dos peritos Manuel Garrido e Everton dos Anjos, ficou comprovado que a vítima foi executada com três disparos, sendo dois nas costas e um no braço direito.

trad1No banco de dados da Polícia Civil, a delegada Waldiza Fernandes, de plantão nesta terça-feira, dia 15, na sede da 8ª Coorpin e que está à frente das investigações do assassinato, levantou que Cristiano Santos da Silva, de 27 anos, havia sido preso em maio de 2013, acusado de participação no homicídio de Maria Aparecida Ferreira da Silva, fato acontecido no mesmo bairro Tancredo Neves. Na época, segundo a polícia, ele teria feito intriga para que Soraia Borges da Silva matasse Maria Aparecida, inclusive segurando a vítima para a assassina golpeá-la com uma faca.

A partir de agora a polícia investiga a hipótese do homicídio do travesti possuir ligação com o crime de Maria Aparecida, ou se Cristiano pode ter se envolvido em alguma outra confusão. (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.