Um preso e outro morto após assalto frustrado e troca de tiros com a polícia em Prado

Um preso e outro morto após assalto frustrado e troca de tiros com a polícia em Prado
14 abril 10:51 2019 Imprimir esta notícia

Na madrugada deste sábado, dia 13 de abril, por volta das 3h, uma guarnição da 88ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que atua no Pelotão do Prado, durante rondas de rotina, deparou-se com um assalto em andamento, praticado por dois indivíduos, sendo um deles armado.

Assim que avistaram a viatura, segundo os policiais, o assaltante que estava armado começou a atirar, momento que houve o revide, porém os suspeitos conseguiram fugir numa motocicleta. Pouco tempo depois os militares ficaram sabendo através de populares que um elemento estaria armado, nas imediações do cemitério da cidade.

A guarnição fez o deslocamento e assim que aproximava-se no local, o suspeito começara novamente a atirar, sendo que no novo revide o mesmo acabou alvejado e apesar de ter sido socorrido, não resistiu. Trata-se de Gilberto Barbosa dos Santos Júnior, o “Juninho”, de 23 anos, que portava um revólver, marca Rossi, municiado com cinco cartuchos deflagrados, além do capacete que havia usado no assalto contra o posto.

Ainda durante a madrugada os militares ficaram sabendo que o comparsa de “Juninho” havia dado entrada ferido com dois tiros de raspão no Hospital São Bernardo, na cidade vizinha de Alcobaça. Na unidade hospitalar foi preso Túlio do Espírito Santo, de 21 anos, que após receber atendimento médico acabou transferido à sede da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, onde foi indiciado por assalto sob ameaça de arma de fogo e permanece custodiado à disposição da Justiça.

O delegado Júlio César Telles, de plantão na 8ª Coorpin, foi a autoridade policial responsável pelo flagrante de Túlio e ainda fez o registro da Morte por Oposição à Intervenção de Agente do Estado, em relação a Gilberto Barbosa dos Santos Júnior, o “Juninho”, de 23 anos. (Da redação TN)

  Categorias: