WhatsApp manda executivos ao Brasil para “abrir diálogo” e evitar novos bloqueios

WhatsApp manda executivos ao Brasil para “abrir diálogo” e evitar novos bloqueios
09 maio 11:38 2016 Imprimir esta notícia

No mais recente bloqueio ao WhatsApp, uma das principais reclamações foi que a empresa não responde às demandas da Justiça. Agora, um grupo de executivos está no Brasil para se encontrar com autoridades e promotores.

Segundo a Reuters, uma comitiva do WhatsApp chegou ao Brasil “para abrir mais canais de comunicação e esclarecer questões técnicas sobre o aplicativo”.

Matt Steinfeld, diretor de comunicações da empresa, diz à Folha que “o objetivo dessa viagem é abrir um diálogo aberto e construtivo, de longo prazo, para evitar que [novos bloqueios] aconteçam no futuro”.

O WhatsApp alega que cooperou “com toda a extensão da nossa capacidade com os tribunais brasileiros”. No entanto, o desembargador Cezário Siqueira Neto, do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), diz que a empresa “nunca se sensibilizou em enviar especialistas para discutir com o magistrado e com as autoridades policiais interessadas sobre a viabilidade ou não da execução da medida”.

O WhatsApp sabe que corre risco de novos bloqueios, por isso está articulando uma campanha no Brasil para evitá-los.

Um projeto de lei quer permitir o bloqueio de apps que descumpram decisões judiciais, e pode ser apresentado como parte do relatório final da CPI dos Crime Cibernéticos. Representantes do Facebook, dono do WhatsApp, querem convencer deputados a barrar esse projeto. (Da redação TN)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.