Caso Hyara Flor: pai de suspeito diz que outro filho efetuou tiro acidental

O cigano Amorim Junior, pai do adolescente apreendido na quarta-feira, 26, sob a suspeita de ter assassinado a esposa, Hyara Flor, de 14 anos, gravou um vídeo no qual afirma que o disparo que matou a jovem cigana não teria sido efetuado pelo marido da vítima, mas sim pelo irmão, uma criança que estava brincando com a arma e disparou de forma acidental. As informações são do jornal A Tarde.

“Amadeu, gente, não tem nada a ver com esse caso, não, gente. A perícia tem que mostrar a verdade para a Polícia Federal. O fato que aconteceu foi Jesus Davi, que é meu filho e cunhado de Hyara, brincando com a arma e teve um disparo acidental. Eu amo a minha nora Hyara, era como se fosse minha filha. Estão jogando para o lado errado, pessoal, vocês têm que ouvir minha versão e a Justiça vai mostrar a verdade para vocês”, disse Amorim.

Ainda no vídeo, ele explicou que fugiu da cidade de Guaratinga e seguiu para o Espírito Santo, onde foram localizados na quarta, por uma força tarefa chefiada pela Polícia Federal, com medo. “Meu filho acabou de ser detido. Eu estava na Polícia Federal, graças a deus. Fiquei feliz, eu estava sendo caçado que nem cachorro […] Eu não me apresentei antes com medo da represália deles me matar […] Eu fui obrigado a fugir de minha cidade com a roupa do corpo porque ele deu três tiros em Amadeus”, contou.

O adolescente de 14 anos, suspeito pela morte de Hyara Flor Santos Alves foi apreendido na quarta-feira, após uma ação da força tarefa da Polícia Federal e demais forças de segurança localizar o menor em Vila Velha, no estado Espirito Santo. Ele estava na companhia de familiares. Segundo a Polícia Civil, ele foi apresentado na Delegacia Especializada do Adolescente em Conflito com a Lei, naquele estado.

A corporação ainda informou que “demais detalhes da ação e dos desdobramentos do caso ainda não estão disponíveis”.

Tecnologia 5G completa um ano no Brasil com avanço rápido, mas problemas em legislações municipais

Tecnologia 5G completa um ano no Brasil com avanço rápido, mas problemas em legislações municipais

Sete seleções do extremo sul disputam o Intermunicipal 2023

Sete seleções do extremo sul disputam o Intermunicipal 2023