Economista sugere criação de órgão com Brasil para salvar Argentina da crise

O ex-presidente do banco central da Argentina e economista Federico Sturzenegger sugeriu nesta tarde que seja feito um órgão multilateral, com a participação do Brasil, para ajudar a controlar a inflação no país vizinho.

Economista sugere criação de órgão com Brasil para salvar Argentina da crise
Federico Sturzenegger, ex-presidente do banco central da Argentina. Foto: Fórum Econômico Mundial/Divulgação

O economista argentino participa do seminário internacional sobre política monetária promovido pelo Banco Central, em São Paulo. Sturzenegger arrancou risos da platéia ao dirigir-se ao ao presidente do Banco Central brasileiro, Roberto Campos Neto, que estava sentado na primeira fileira do auditório. Ele disse que, tal qual a música dos Beatles, “With a Little Help from My Friends”, a Argentina precisa “da ajuda de seus amigos”.

Segundo o economista argentino, o país dá calote na sua dívida todos os dias, referindo-se à forma como a inflação corrói a dívida.

Mesmo assim, a Argentina respeita as diretrizes do Fundo Monetário Internacional, disse Sturzenegger, a quem não dá calotes.

Greenpeace fecha escritório na Rússia após ataque de autoridades

Greenpeace fecha escritório na Rússia após ataque de autoridades

Violência na escola foi vista por 8 em cada dez alunos, aponta pesquisa

Violência na escola foi vista por 8 em cada dez alunos, aponta pesquisa