Bruno Barbosa vota em projeto do Executivo defendendo investimento de no mínimo 5% do PIB para se evitar endividamento da máquina

O vereador Bruno Barbosa votou a favor do projeto do prefeito Marcelo Belitardo que lhe autoriza tomar mais 90 milhões de empréstimos, convencido do investimento de no mínimo 5% do PIB para se evitar endividamento da máquina pública.

Bruno Barbosa vota em projeto do Executivo defendendo investimento de no mínimo 5% do PIB para se evitar endividamento da máquina

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, nesta última terça-feira (18/04), o vereador Bruno Santos Barbosa (PP), defendeu o Projeto de Lei enviado ao Poder Legislativo pelo prefeito Marcelo Belitardo (UB), pedindo autorização para buscar mais 90 milhões de empréstimos para investir em obras de infraestrutura na cidade. “O prefeito Marcelo Belitardo nos requer neste momento a autorização para promover novo aporte financeiro em nome do município para realizar novos investimentos em infraestrutura pública na cidade. Mais uma vez fui estudar, fui buscar esclarecimentos e, desta vez, encontrei argumentos sólidos que me convenceram que os empréstimos feitos nos bancos públicos são benéficos para o município e não geram endividamento aos cofres de Teixeira de Freitas, ao ponto de comprometer a sua receita anual”, disse o parlamentar.

E explicou o vereador Bruno Barbosa: “No 1º ano do governo Belitardo, ele saneou as contas do município e fez investimentos – com isso, ele conseguiu me provar, que suas ações em 2021 fizeram com que o município aumentasse a receita em mais de 100 milhões em 2022. No ano passado ele conseguiu novos investimentos e já neste ano de 2023, o município já sinaliza novo crescimento na sua arrecadação. A ideia do prefeito é investir 5% do PIB – Produto Interno Bruto, porque, isso acontecendo, o município ganha em arrecadação e os financiamentos que são feitos agora, terão parcelas mínimas no futuro e que não vão comprometer a receita anual do município. Então o papel é: Pegar o dinheiro emprestado, investir esse dinheiro, gerar saúde, educação, beleza, investimentos privados, emprego e renda -, e depois pagar o banco com o próprio dinheiro que ele emprestou e ainda aumentar a arrecadação do município”, salientou Bruno Barbosa.

Invasões de Fazendas

O vereador Bruno Barbosa ainda trouxe pra pauta um outro assunto que muito tem dado o que falar na região nos últimos meses, que são as invasões de fazendas no entorno do Parque Nacional do Monte Pascoal. “Temos o dever e a obrigação de preservamos a cultura e as tradições dos nossos povos originários, ribeirinhos, quilombolas, caboclos e indígenas. Nesta quarta-feira é o Dia dos Povos Indígenas (19 de abril), uma data em nosso calendário que celebra as suas tradições. Nós estamos situados na Costa do Descobrimento, região dos Pataxós e Maxacalis e, também dos nossos ancestrais Tupiniquins e Tupinabás. Então, minha homenagem aos nossos povos indígenas -, mas lamento por que nem tudo devemos comemorar neste dia”.

E acrescentou Bruno Barbosa: “Estamos vendo a nossa economia rural sendo devastada e estamos assistindo invasões injustas a propriedades rurais produtivas que empregam milhares de famílias – invasões essas, arquitetadas por pessoas de outras áreas que chegam a nossa região e se utilizam da imagem cultural do nosso índio para cometer crimes. São simplesmente criminosos que se passam por índios – pois, não são indígenas as pessoas até agora identificadas pelas autoridades, envolvidas nas inúmeras invasões e destruições das propriedades rurais da nossa região”, lamentou o parlamentar.    

Defesa dos Animais

O vereador Bruno Barbosa também levou em pauta uma outra questão necessária, a defesa da política de proteção aos animais. “Devo lembrar aos senhores e as senhoras que o meu papel como parlamentar, como legítimo representante da população no Poder Legislativo é fiscalizar, propor e buscar soluções. Na minha visão, a causa da criança, do idoso e dos animais é um fator preponderante para uma sociedade civilizada, saudável e cheia de maturidade. Devo lembrar que Teixeira de Freitas tem ONGs que cuidam e protegem cães e gatos e, que precisam do nosso amparo. E vamos proteger essa população de animais – vamos preparar as ONGs para elas existirem juridicamente e terem ajuda direta do município e de outros organismos – mas antes disso, é preciso realizarmos mutirões de castrações, de vacinação e feiras responsáveis de adoções. Afinal, conhecemos a virtude de um ser humano, pela forma que ela respeita e lida com os animais”, concluiu o parlamentar.

Municípios: FPM aumenta 20% em relação ao mesmo período do ano passad

Municípios: FPM aumenta 20% em relação ao mesmo período do ano passad

Eunápolis reduz em 90% o tempo médio de abertura de empresa

Eunápolis reduz em 90% o tempo médio de abertura de empresa