Desistência de Leão ao Senado pode provocar nova mexida na candidatura de Carletto

Até dias atrás o deputado Ronaldo Carletto (PP) era considerado nome certo entre os concorrentes à Câmara Federal, projeto que foi mudado após o anúncio do atual vice-governador João Leão, que deixou Rui Costa, compôs com ACM Neto e anunciou sua pré-candidatura a senador.

Desistência de Leão ao Senado pode provocar nova mexida na candidatura de Carletto

Ronaldo Carletto, por sua vez, aceitou ser suplente de Leão e mudara os planos de seu sobrinho Neto Carletto, que de pré-candidato à Assembleia Legislativa, virou opção a deputado federal.

Mas com outra mudança de João Leão anunciada nesta segunda-feira, 2 de maio, o que era dado como certo, tomou outro rumo. Leão, o pai, desistiu de disputar o Senado, colocou o seu filho Cacá Leão em seu lugar e criou um imbróglio seguido de uma pergunta que não quer calar: Ronaldo Carletto aceitará ser suplente de Cacá ou voltará ao posto de pré-candidato a deputado federal?

Ainda pode pesar na decisão de Carletto o fato da corrida estadual à única vaga ao Senado, ser liderada até agora, como mostram as pesquisas de intenção de votos, pelo senador e pré-candidato à reeleição Otto Alencar.

O motivo da desistência de João Leão ainda não foi divulgado, mas Neto teria pedido ao próprio vice-governador para que houvesse a troca na composição, segundo fontes da base do ex-prefeito.

A voz de Leão

Durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (3), João Leão disse que a chegada de Cacá na chapa majoritária de ACM Neto (UB) para substituí-lo na corrida ao Senado, não alterou os planos do PP em ter Ronaldo Carletto como 1º suplente. Resta ouvir o próprio Carletto!

Desistência de Leão ao Senado pode provocar nova mexida na candidatura de Carletto

Pesquisa mostra ACM Neto com o triplo das intenções de voto dos seus concorrentes

Desistência de Leão ao Senado pode provocar nova mexida na candidatura de Carletto

TSE cancela convite para que União Europeia observe eleições