Era pastor: Segurança da prefeitura de Itabela é assinado quando preparava-se para o trabalho

Zenildo Alves dos Santos, de 46 anos, que era pastor evangélico e segurança da prefeitura de Itabela, foi morto a tiros dentro de sua própria casa, crime ocorrido na manhã desta última segunda-feira, 23 de maio.

Era pastor: Segurança da prefeitura de Itabela é assinado quando preparava-se para o trabalho

Conforme a Polícia Militar, homens chegaram na casa do segurança, no bairro Paquetá e chamaram por ele, que ao atender, foi alvejado por disparos de pistola 9mm. Zenildo estava se preparando para ir trabalha.

A Polícia Civil do município apura uma informação dando conta que Zenildo pode ter sido morto por retaliação de uma facção criminosa, que não estaria aceitando a morte de dois homens, durante um confronto com a polícia, caso ocorrido no mesmo bairro no último domingo (22).

Era pastor: Segurança da prefeitura de Itabela é assinado quando preparava-se para o trabalho

Peritos Criminais entregam cargos na Bahia; Teixeira de Freitas está inserida no problema

Era pastor: Segurança da prefeitura de Itabela é assinado quando preparava-se para o trabalho

Prefeita Cordélia Torres participa de programação da Festa da Padroeira em Eunápolis