Eunápolis reativa programa antitabagismo e oferece assistência nas UBSs

Após anos paralisado, a Prefeitura de Eunápolis reativou o Programa de Combate ao Tabagismo para oferecer assistência aos cidadãos que desejam abandonar o vício do cigarro. Os trabalhos iniciais ocorreram na quarta-feira (23), quando profissionais de saúde participaram de uma capacitação que abordou assuntos relacionados à dinâmica do programa, atendimento ao público-alvo, medicação, quantitativo e prescrição.

Eunápolis reativa programa antitabagismo e oferece assistência nas UBSs

O treinamento, conduzido pela psicóloga Carol Noé, foi voltado para enfermeiros, odontólogos e médicos. “Nosso objetivo de capacitar os profissionais é para que eles consigam assistir usuários tabagistas que têm o desejo de cessar o vício através de toda assistência do programa, que visa contribuir para que usuários consigam de fato parar com o tabagismo”, frisou a psicóloga.

Eunápolis reativa programa antitabagismo e oferece assistência nas UBSs

A previsão é que o programa seja implantado no mês de abril, inicialmente, nas Unidades Básicas de Saúde Walda Moura (Alecrim I) e Waldenor Cordeiro (Alecrim II). No mês seguinte, os serviços serão ampliados para as unidades Isabel Araújo, Mário Meira e Rosa Neto.

Eunápolis reativa programa antitabagismo e oferece assistência nas UBSs

“O intuito é reduzir a prevalência de fumantes no município, e, consequentemente, a morbimortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco, oferecendo todo o suporte e cuidados necessários aos cidadãos que desejam abandonar o vício. Nosso objetivo é, em breve, ampliar o programa para todas as unidades de saúde de Eunápolis”, destacou a coordenadora do Programa de Combate ao Tabagismo, Luísa Oliveira.

Prefeitura de Eunápolis beneficia 60 pacientes com mutirão de cirurgias eletivas neste fim de semana

Prefeitura de Eunápolis beneficia 60 pacientes com mutirão de cirurgias eletivas neste fim de semana

Relógio devolvido por Bolsonaro é moldado em ouro e custa R$ 800 mil

Relógio devolvido por Bolsonaro é moldado em ouro e custa R$ 800 mil