Relógio devolvido por Bolsonaro é moldado em ouro e custa R$ 800 mil

O kit foi um presente entregue pela Arábia Saudita ao ex-chefe do Executivo

Entre as joias que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) entregou para a Caixa Econômica Federal nesta sexta-feira, 24, está um dos relógios mais caros do mundo. O equipamento é avaliado em aproximadamente R$ 800 mil.

Relógio devolvido por Bolsonaro é moldado em ouro e custa R$ 800 mil

Chamado de Chopard L.U.C Tourbillon Qualité Fleurier, o relógio só tem disponível 25 unidades produzidas. O acessório possui caixa moldada em ouro de origem controlada, com a extração do metal feita de forma artesanal em minas que ficam localizadas na América do Sul.

Para que o acessório tenha funcionamento, é necessário dar corda manualmente. Após o procedimento, o relógio funciona de forma precisa por cerca de nove dias. Partes do equipamento são feitas de safira, material à prova de arranhões.

Segundo informações, o relógio tem 75% de ouro puro, tendo também o metal nobre para o fechamento da pulseira.

As joias foram devolvidas por Bolsonaro após determinação do Tribunal de Contas da União (TCU). O kit foi um presente entregue pela Arábia Saudita ao ex-chefe do Executivo brasileiro.

 

Eunápolis reativa programa antitabagismo e oferece assistência nas UBSs

Eunápolis reativa programa antitabagismo e oferece assistência nas UBSs

Anuladas licenças de complexo eólico que ameaça araras-azuis na Bahia

Anuladas licenças de complexo eólico que ameaça araras-azuis na Bahia