Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Um importante e delicado tema ganhou destaque nesta última quarta-feira, 18 de maio, no Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data que estimula a reflexão sobre o papel da sociedade civil no combate a esse tipo de crime. A Prefeitura de Itamaraju, por meio da SDS – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, em parceria com o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), CRAS, SCFV, PETI e Conselho Tutelar, realizaram no auditório Augusto Soares Pita da Câmara Municipal de Itamaraju, um prestigiado encontro para debater temas que fazem alusão ao Dia nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A secretária Municipal de Desenvolvimento Social de Itamaraju, a 1ª dama Fabiana Angênica, justificou a relevância da pluralidade do público presente no evento: “É importante trazer a sociedade para discutir esse tema. Por mais que as instituições sociais, de saúde e educação se dediquem ao combate, sozinhas não darão conta. Precisamos de representantes de diferentes áreas sociais de todo munícipio para ficarem atentos ao um assunto tão sensível. Esse 18 de maio, não é data de comemoração e sim de reflexão. Todos nós somos importantes na Rede de Proteção as crianças e adolescentes”, enfatizou a secretária Fabiana Angênica.

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

O evento bem cotado e fizeram parte da mesa, os secretários municiais: Fabiana Angênica (SDS);  José Ferreira Filho (Educação); Selmides Pereira “Bida” (Governo); Antônio Charbel “Toninho” (Obras); o vice-prefeito Dalvadísio Lima (PDT); o juiz da Vara da Infância e Juventude, Rodrigo Alves Rodrigues; o procurador geral do município Elton Marely Moitinho; a coordenadora do CREAS, Luana Monteiro Macena; a comandante da 43ª CIPM, major Kelly Ravanni; a presidente do CMDCA, Lucimária Marinho; e a vencedora do concurso de redação, a adolescente Larissa Castro.

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

O evento ainda contou com a presença de outras autoridades no plenário da Câmara Municipal, como os vereadores: Rogério Novais (PSDB); Chico Jiló (PROS); Dal do Cisto (PC do B); Mazuk Ribeiro (PDT); e Evalcy Enfermeira (PDT), entre os convidados como Gerson Souto “Boré” (SICOOB), alunos da rede pública, diretores escolares, diretores das Creches, coordenadores, professores e demais personalidades.

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A estudante de enfermagem Rafaela Reis palestrou sobre a importância das abordagens para a formação profissional da categoria: “É muito bom entender a metodologia do assunto e aprender de que forma as enfermeiras podem contribuir na detecção de casos de violência e abuso. Além de alcançar algumas estratégias de abordagem de pacientes. E você é uma peça fundamental para a proteção de crianças e adolescentes. Coação, manipulação e medo. Essa é uma triste realidade vivenciada por centenas de crianças e adolescentes vítimas de exploração e violência sexual em Itamaraju”, disse.

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

“A sexualidade é um aspecto humano que deve naturalmente ser desenvolvido nas diversas fases da vida. Ao ser violada, afeta gravemente as vítimas, principalmente quando se trata de uma criança ou adolescente por serem mais vulneráveis e não terem clareza e maturidade para identificar e enfrentar as situações de violência. A lição que fica, é, que esse trabalho de combate à violência sexual contra as crianças e adolescentes têm que perdurar os 365 dias do ano”, salientou Lucimária Marinho, presidente do CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Itamaraju.

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Prevenir, incentivar as denúncias em casos de exploração infantil, seguem sendo a divisa das entidades públicas que lutam contra esse tipo de evento delitivo em Itamaraju. “Todos nós somos importantes na rede de proteção as crianças e adolescentes. Eu faço minha parte e você tem o dever de fazer a sua. O meu papel quanto titular da pasta foi cumprido mais uma vez, que foi realizar a campanha para a sociedade refletir o tema”, esclarece a secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Fabiana Angênica.

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A coordenadora do CREAS, Luana Macena, disse que os estudos mostram a dor desesperadora e silenciosa de quem sofre violência sexual dentro da própria família e aproveitou a oportunidade para apelar a pessoas próximas, como vizinhos e educadores, a não se omitirem. “Esse tipo de crime ocorre majoritariamente em ambiente doméstico, o que evidencia a dificuldade de denunciá-lo. Na maioria das vezes, o agressor geralmente são membros da própria família da vítima, ou alguém muito próximo”, esclarece a coordenadora municipal do CREAS, Luana Macena.

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

No final do evento, foi outorgado o prêmio do 4º Concurso de Redação, que mais uma vez foi importante para informar e identificar os casos de exploração e abuso sexual contra crianças e adolescentes, com apresentação do Coral dos alunos da Rede Pública e uma parodia criativa foi cantada por alunos de uma escola pública do interior do município.

“Infelizmente os dados estatísticos sobre a violência sexual infantil ainda assustam no Brasil. A cada oito minutos, uma criança é vítima. A todo momento escândalos de abuso sexual infantil no esporte, no cinema, na TV, nos mostram o quanto a infância é vulnerável e necessita de proteção.  A luta continua: mobilizar a sociedade, desmistificar conceitos e tabus e educar sobre o tema estão entre os objetivos mais importantes, que são, de certa forma, perpetradores da violência”, explica a secretária Fabiana Angênica.

Quantitativo CREAS (meninos e meninas que foram abusados em Itamaraju).

2018: 23

2019: 31

2020: 25.

2021: 37

2022: 17 (até a presente data). Mais 10 casos que foram denunciados pelas as redações do concurso. Total de 27 casos.

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

PM prende em Teixeira de Freitas ladrão que usou simulacro de pistola para roubar celular

Itamaraju debateu o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

400 delegados entregam cargos ao Governo do Estado